Dul kadın marketçi adam ile birlikte olduğunda fena şekilde inledi hd porno Genç adam kendisiyle birlikte olan kadının yaşından asla çekinmedi mobil porno Sarkmaya başlayan göğüsleri adamın ağzına veren olgun kadın sex hikayeleri yalattı Zevke gelerek yatağa uzandığında genç adamın yandan amcık türbanlı pornosu içine girip çıkmasını bekledi Kumral güzeli seksi kız hd porno birlikte olduğu adam kalın siki götten kucağında sokunca bağırdı porno hikaye Evin içerisinde iç çamaşırlı haliyle saçlarından tutarak kendisini sikiş sürükleyen adama oral seks yaptı Uzun siki yalamaya başladığında erotik hikayeler adam kafasından bastırıp taşaklarına kadar yalatmaya devam etti
 
  Procurar  
  • principal
  • > museu e jardim
  • > casa
  • como chegar à Fundação >>

    apresentação geral da casa e do jardim >>

    sobre o Museu-Casa de Rui Barbosa >>

    a construção do imóvel em 1850 >>

    uma arquitetura com traços neoclássicos >>

    visita virtual ao Museu-Casa >>

    informações para visitas e consultas >>

    a casa e seus moradores

    Clique na foto para ampliar

    Além do Barão de Lagoa, a chácara de Botafogo foi ocupada por dois outros moradores, o português Albino de Oliveira Guimarães e o inglês John Roscoe Allen, antes de pertencer a Rui Barbosa.

    Famílias portuguesas de Botafogo
    O segundo morador foi o comendador Albino de Oliveira Guimarães. Nascido em Fafe, Portugal em 1834, chegou ao Brasil em 1847, aos 14 anos, onde acrescentou Guimarães ao nome.

    Casou-se em 1859 com Luísa, filha do comerciante e capitalista conterrâneo, Antônio Mendes de Oliveira Castro, e de D. Castorina Angélica de Jesus Alves Pereira, proprietários da Chácara dos Macacos, uma imensa propriedade rural.

    Viúva, D. Castorina transferiu-se com a família para Botafogo, para uma mansão no número 398, hoje demolida. As famílias de dois de seus filhos, Antonio e José, o futuro Barão de Oliveira Castro, também se instalaram no bairro.                                  

    A proximidade da família deve ter sido uma das motivações para a instalação do comendador na rua São Clemente 98, após um período permanência na sua cidade de origem. Proprietário e capitalista, Albino era um típico "torna-viagem", mantendo interesses nos dois lados do Atlântico. Dois de seus oito filhos nasceram em Fafe: a 5ª filha, Luisa, em 1867, e o filho caçula, Álvaro, em 1876, que morreria dois anos depois, ainda em Portugal.

    Em 1890, onze anos depois da aquisição, quando já se transferira para Portugal, o comendador venderia a casa por intermédio de procurador a John Roscoe Allen e esposa, por cem contos de réis.

    A escritura assinala, após a descrição do bens envolvidos na transação, que os outorgantes haviam feito grandes melhoramentos no prédio e na chácara.

    No site Museu da Emigração, Comunidades e Luso-descendentes, pode-se obter informações genealógicas sobre os Mendes de Oliveira Castro, e sobre as atividades de Albino de Oliveira Guimarães.(pdf, 134 kb)

    O trapicheiro inglês
    Pouco se sabe sobre o terceiro morador da chácara, John Roscoe Allen, do ramo de trapiches alfandegados, locais destinados a armazenagem de mercadorias importadas para consumo no mercado brasileiro.

    Segundo o Almanak Laemmert, ele foi proprietário do Trapiche do Bastos a partir de 1884, sucedendo a Francisco Antonio Vaz, a quem viria se associar, a partir de 1887, no Trapiche Vapor, situado à rua Gamboa nos 10 e 12.

    Imprimir
    Voltar ao alto


    Veja também
    > a casa
    > a casa e sua arquitetura
    > a casa e sua construção
  • informe
  • |
  • perguntas frequentes
  • |
  • termos de uso
  • |
  • mapa do site
  • |
  • sobre o site
  • |
  • contato
  • |