Dul kadın marketçi adam ile birlikte olduğunda fena şekilde inledi hd porno Genç adam kendisiyle birlikte olan kadının yaşından asla çekinmedi mobil porno Sarkmaya başlayan göğüsleri adamın ağzına veren olgun kadın sex hikayeleri yalattı Zevke gelerek yatağa uzandığında genç adamın yandan amcık türbanlı pornosu içine girip çıkmasını bekledi Kumral güzeli seksi kız hd porno birlikte olduğu adam kalın siki götten kucağında sokunca bağırdı porno hikaye Evin içerisinde iç çamaşırlı haliyle saçlarından tutarak kendisini sikiş sürükleyen adama oral seks yaptı Uzun siki yalamaya başladığında erotik hikayeler adam kafasından bastırıp taşaklarına kadar yalatmaya devam etti
 
  Procurar  
  • principal
  • > eventos
  • > exposições
  • como chegar à Fundação >>

    notícias >>

    receba por e-mail o informe quinzenal >>

    Mostra "Leandro Gomes de Barros: o poeta do sertão"

    Clique na foto para ampliar

    De 5 de março até de 10 de abril de 2018, das 9 às 18h, no hall do edifício-sede da FCBR. 

    Há cem anos morria um dos maiores poetas e cordelistas brasileiros, Leandro Gomes de Barros (1865-1918). Nascido em Pombal, na Paraíba, e criado em Teixeira - berço dos maiores cantadores do século XIX - fixou-se mais tarde em Recife. Foi um dos poucos poetas a viver exclusivamente da sua arte: escrevia, editava, imprimia, divulgava e comercializava suas criações. 
    Leandro viajava constantemente pelo sertão para vender suas obras. Com os ouvidos atentos, recolhia em suas viagens os relatos de acontecimentos e histórias pitorescas que traduziria em versos. 

    Calcula-se que escreveu mais de mil obras cuja classificação tornou-se objeto de estudo de muitos pesquisadores, como Câmara Cascudo e Sebastião Nunes Batista. Em 1976, ganhou o título de “Príncipe dos poetas” de Carlos Drummond de Andrade. Os dois primeiros atos do Auto da Compadecida, de Ariano Suassuna, foram inspirados nos folhetos de autoria do poeta: Cachorro dos mortos e A história do cavalo que defecava dinheiro

    A FCRB é detentora do maior número de folhetos de Leandro. São 460 folhetos, boa parte disponíveis no site Cordel: cultura popular em verso e no Repositório Rui Barbosa de Informações Culturais – RUBI.

    Embora tenha morrido há um século, Leandro continua entre nós. Especialmente no Nordeste, sua poesia continua circulando pois conseguiu como poucos capturar a alma de um povo engenhoso, espirituoso e criativo.

     

    Mostra "Leandro Gomes de Barros: o poeta do sertão"

    Entrada franca

    De segunda a sexta-feira, das 9 às 18h.

    :: Organização
    Centro de Memória e Informação-CMI/FCRB

    Fundação Casa de Rui Barbosa
    Rua São Clemente 134 – Botafogo - Rio de Janeiro
    No hall do edifício-sede.
    Informações: (21) 3289 8661/8662

     

     

    Imprimir
    Voltar ao alto


    Veja também
    > Jardim de memórias
    > Jardim em Foco: Visitas mediadas ao jardim histórico do Museu Casa de Rui Barbosa
    > Jardim em Foco: Visitas mediadas ao jardim histórico do Museu Casa de Rui Barbosa
    > Jardim em Foco: Visitas mediadas ao jardim histórico do Museu Casa de Rui Barbosa
    > Jardim em Foco: Visitas mediadas ao jardim histórico do Museu Casa de Rui Barbosa
    > Jardim em Foco: Visitas mediadas ao jardim histórico do Museu Casa de Rui Barbosa
    > Jardim em Foco: Visitas mediadas ao jardim histórico do Museu Casa de Rui Barbosa
    > Mostra "130 anos da abolição da escravidão no Brasil"
    > Mostra "150 Anos de Nascimento de Nestor Victor"
    > Mostra "25 anos da morte de Américo Jacobina Lacombe"
    > Mostra "Saúde, higiene e toalete: um paralelo entre Rui, sua casa e sua época"
    > Mostra “Os livros para crianças nos tempos de Rui Barbosa”
  • informe
  • |
  • perguntas frequentes
  • |
  • termos de uso
  • |
  • mapa do site
  • |
  • sobre o site
  • |
  • contato
  • |